Minha visita à exposição “Gabrielle Chanel Manifeste de Mode”: um passeio pela Alta Costura de Coco Chanel

Bonjour, meninas! Como estão?

Hoje gostaria de levá-las comigo a um passeio histórico em Paris, uma retrospectiva da vida e obra de umas das estilistas mais importantes da Alta Costura: Gabrielle Chanel!

Vocês já sabem o quanto a admiro, tanto que aqui na DMK desenvolvemos o vestido Gabrielle, inspirado nesta mulher forte e talentosíssima. Vocês podem conferir o molde aqui.

No mês passado, tive a oportunidade de visitar a exposição inédita “Gabrielle Chanel – Manifeste de Mode”, promovido pelo Palais Galliera, Museu da Moda da Cidade de Paris. A exposição ocupa uma área de quase 1.500 m2, contando com mais de 350 peças das coleções Galliera, o Heritage of CHANEL, com presença de museus internacionais como o Victoria & Albert Museum de Londres, o De Young Museum de San Francisco, o Museo de la Moda de Santiago do Chile e o MoMu da Antuérpia, além de coleções particulares.

Vocês já devem imaginar o quão emocionada fiquei, não é?

E é claro que eu não poderia deixá-las fora disso! Sendo assim, vou lhes contar em detalhes o que vi e aprendi por lá!

Preparadas? 😍

 

Antes de começarmos nossa aventura, assista comigo os bastidores da preparação para a exposição:

Lindo, né? Confesso que só ao assistir este pequeno trecho já fico encantada novamente! ✨

Pois bem, vamos iniciar nossa visita à Gabrielle Chanel!

Imagino que vocês já saibam, mas é interessante dizer que, assim como no Brasil, aqui na França ainda estamos passando por medidas de distanciamento social, as quais se intensificaram neste mês de novembro (2020). Durante minha visita à exposição (em outubro), por exemplo, precisei reservar os ingressos com bastante antecedência através do site do museu em questão, já que havia um número limitado de vagas para entrada do público.

Mesmo assim, vejam só o que aconteceu: recebi os ingressos com a data errada! Sendo assim, precisei trocá-los pelo dia correto, mas até conseguir foi um transtorno daqueles, vocês devem imaginar, né meninas?!

Enfim com os ingressos corretos em mãos, finalmente chegou o grande dia da exposição. Quem me acompanhou neste passeio mágico foi minha amiga francesa Florence, com a qual fui aproximada por meio da paixão pela costura (sendo assim não poderia haver melhor companhia para este passeio, né? hihi).

 

Minha visita à exposição “Gabrielle Chanel Manifeste de Mode”: um passeio pela Alta Costura de Coco ChanelPIN IT

Chegada ao mundo encantando de Coco Chanel

Chegando à exposição, logo na entrada encontramos o trabalho de Chanel exposto em ordem cronológica, e algo que me encantou muito foi a excelência na demonstração das obras! Confesso que fiquei emocionada ao perceber a qualidade de cada peça: mesmo tendo sido criadas há anos (grande parte em anos como 1929 e 1959, por exemplo), todas permanecem excelente estado! É de fato algo admirável e inspirador, o poder da atemporalidade, do artesanal e da escolha de materiais duráveis.

 

Minha visita à exposição “Gabrielle Chanel Manifeste de Mode”: um passeio pela Alta Costura de Coco ChanelPIN IT

Minha visita à exposição “Gabrielle Chanel Manifeste de Mode”: um passeio pela Alta Costura de Coco ChanelPIN IT

Minha visita à exposição “Gabrielle Chanel Manifeste de Mode”: um passeio pela Alta Costura de Coco ChanelPIN IT

Na primeira parte, podemos acompanhar o início de sua carreira antes da II Guerra por meio de algumas peças emblemáticas, incluindo a famosa camisa listrada de jérsey de 1916. Aqui, é bastante perceptível o talento de Chanel, com seu olhar voltado ao simples e elegante, além de sua excelência nos detalhes.

Algo que fica bastante evidente é o cuidado para que as mulheres sentissem conforto e praticidade ao vestir seus modelos, visto que nesta época muitas precisaram arregaçar as mangas e partir para o trabalho, pois os homens estavam servindo na guerra e faltava mão de obra nas cidades.

Nos tecidos, percebemos muito uso de seda e jérsei (que anteriormente eram utilizados principalmente em roupas íntimas), evidenciando sempre a altíssima qualidade dos materiais – fato este que revela o diferencial da Alta Costura e seu foco na atemporalidade.

 

Minha visita à exposição “Gabrielle Chanel Manifeste de Mode”: um passeio pela Alta Costura de Coco ChanelPIN IT

Minha visita à exposição “Gabrielle Chanel Manifeste de Mode”: um passeio pela Alta Costura de Coco ChanelPIN IT

 

PIN IT

 

Em sequência, através de uma galeria exclusiva, a exposição nos revela a história do perfume N ° 5, criado em 1921, pelo qual Chanel manteve-se economicamente no período em que foi afastada de sua carreira como estilista, por suspeita de espionagem nazista.

 

Minha visita à exposição “Gabrielle Chanel Manifeste de Mode”: um passeio pela Alta Costura de Coco ChanelPIN IT

Minha visita à exposição “Gabrielle Chanel Manifeste de Mode”: um passeio pela Alta Costura de Coco ChanelPIN IT

PIN IT

Após, chegamos à segunda fase da carreira de Chanel, sendo esta repleta de vestidos confeccionados à mão, casacos com bordados encantadores, além de peças clássicas como o terno de tweed trançado e sua bolsa acolchoada 2,55. Além disso, podemos conferir um espaço dedicado às joias que Chanel começou a vender durante aquela época.

No segundo andar, encontramos suas bijuterias que facilmente se passariam por jóias preciosas! Estas, por sua vez, serviam como forma de adorno a peças visualmente simples, tornando-as glamourosas e prontas para ocasiões que exigissem trajes requintados.

 

Minha visita à exposição “Gabrielle Chanel Manifeste de Mode”: um passeio pela Alta Costura de Coco ChanelPIN IT

Minha visita à exposição “Gabrielle Chanel Manifeste de Mode”: um passeio pela Alta Costura de Coco ChanelPIN IT

Chanel, revista Elle e os moldes de costura

Ainda no segundo andar, acabamos por nos deparar com diversas revistas Elle da época, confidenciando que, uma das edições, foi dedicada à apresentação de uma das coleções de Gabrielle, adivinhem só: fornecendo um molde de umas das peças, para que as leitoras pudessem confeccionar sua própria peça Chanel em casa, e assim atestando a qualidade dos modelos.

Imaginem como ficou meu coração neste momento, meninas! ♥️

 

Minha visita à exposição “Gabrielle Chanel Manifeste de Mode”: um passeio pela Alta Costura de Coco ChanelPIN IT

Minha visita à exposição “Gabrielle Chanel Manifeste de Mode”: um passeio pela Alta Costura de Coco ChanelPIN IT

Minha visita à exposição “Gabrielle Chanel Manifeste de Mode”: um passeio pela Alta Costura de Coco ChanelPIN IT

A Revista Elle de fato focava bastante na emancipação colocação da mulher no mercado de trabalho, e, segunda consta o informativo do museu (que compartilho com vocês na imagem abaixo), a Elle foi umas das únicas a apoiar a volta de Chanel ao mercado na época.

 

Minha visita à exposição “Gabrielle Chanel Manifeste de Mode”: um passeio pela Alta Costura de Coco ChanelPIN IT

Minha visita à exposição “Gabrielle Chanel Manifeste de Mode”: um passeio pela Alta Costura de Coco ChanelPIN IT

Por fim,  a exposição nos proporcionou ver os vestidos Chanel para noite – os “pretinhos básicos” – e como eles poderiam versáteis, utilizados em diferentes situações apenas acessorizando-os através de bijuterias. 

Minha visita à exposição “Gabrielle Chanel Manifeste de Mode”: um passeio pela Alta Costura de Coco ChanelPIN IT

Minha visita à exposição “Gabrielle Chanel Manifeste de Mode”: um passeio pela Alta Costura de Coco ChanelPIN IT

Ao sair da exposição, minha amiga e eu estávamos completamente inspiradas! Fomos até comprar botões para novas criações! ❤️

 

Minha visita à exposição “Gabrielle Chanel Manifeste de Mode”: um passeio pela Alta Costura de Coco ChanelPIN IT

E então meninas, gostaram deste passeio? Confesso que amei lhes contar e reviver este dia mágico! Mas a história não pára por aqui. Sei que estamos em tempos de isolamento – e mesmo fora deste período incomum, nem sempre exposições assim nos são acessíveis.

Sendo assim, quero lhes contar um pequeno segredinho: você pode visitar não apenas obras da Chanel, mas também váááários estilistas importantíssimos para a História da Moda, através do site Google Arts & Culture, mais especificamente no We Wear Culture: as histórias por trás do que vestimos.

Vale muito a pena passear pelos museus virtualmente, e encantar-se com as roupas que são verdadeiras obras de arte!

Dicas bônus: o filme “Coco antes de Chanel” (em Português), relata a vida e obra de Gabrielle antes mesmo de tornar-se a renomada estilista da Alta Costura. É uma biografia realmente emocionante! Deixo abaixo o trailer para que vocês possam inspirar-se:

 

Bisous, bisous,

Gaby

Comment

Leave a Reply

Previous Post
Moda em tempos de escassez: (PARTE II) como o DIY e o Upcycling se tornaram soluções diante aos recessos causados pelas crises
Read More
SELECIONE SUA MOEDA
R$Real brasileiro
Euro
×

Oie!

Clique para falar com a Gaby ou envie um e-mail para  gabriellavieira@dressmekindly.com

 

×